terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Além do horizonte

Ando pensando mais no futuro do que no presente.
Isso me irrita, às vezes.
Queria andar mais de balanço, e deixar um pouco mais de lado meu salto alto.
Ser adulto é muito complicado.
Ser criança também. A gente se cansa de brincar e estudar, e quer virar adulto logo.
Ê tolice gostosa.
Queria mesmo era conhecer a Terra do Nunca!
Voar como o Peter Pan, e não crescer nunca mais.
Lá, o único perigo é ser capturado pelo Capitão Gancho, brigar com a Sininho, ou se chocar com um pássaro no ar.
Ser criança é bom, sonha também, e não custa nada!!

10 comentários:

Kari disse...

É. Confesso que também ando pensando mais no futuro do que no presente. E quero que ele chegue logo... Acabar a facul, sabe? Só falta um ano (fora esse), mas já quero que acabe logo... Aí aí...

Um beijão pra tu

Menino-Homem disse...

éden aqui se fez...

Xana disse...

Porque é que nunca estamos contente com a idade?
quando somos jovens dizemos sempre "quem me dera ter 18 anos"
depois de adulto dizemos " nunca mais tenho a minha casa "
quando temos a nossa casa " quem me dera não ter responsabilidades"
quando temos filhos dizemos" quando fores grande queres ser criança" e quando somos velhotes ouvesse muito a frase" Ó tempo volta para trás!!!"

O melhor é irmos curtindo cada etapa sem grandes stresses.
beijo

Marcos Miorinni disse...

Oi Katarine, existe uma música chamada "Pets" do Perry Farell ex-vocalista do Jane´s Adiction que diz o seguinte:
" As crianças são inocentes, adolescentes só tem m. na cabeça, os adultos tem mais m. ainda, e os velhos são como crianças",
então qual a melhor idade ? qual o melhor tempo, passado presente ou futuro ? Depois pegue esse video no Youtube acho que vai gostar,
e um ano passa rápido, logo, logo você termina a faculdade. força ai, bjs.
Marcos

Katarine disse...

Ei Marcos!!
Obrigada, é claro que vou assistir ao vídeo. Depois te falo o que achei. E com certeza, já te antecipo que acredito que cada idade tem seus pontos positivos e negativos. Nós é que nunca estamos satisfeitos, rsrsrs.
Abçs!

Ju disse...

eu sempre recorro à minha terra do nunca qndo necessário
=)

.anny giacomin. disse...

a terra do nunca é o meu sonho :)

TaTy GaSpAr disse...

Questões que rondam a maioria das mentes...
Obrigada pela visitinha!!!
E parabéns, pelo blog, pela profissão e pelo casamento.. rsrs... Li seu perfil!
Bjinho***

Xana disse...

Bom fim de semana menina! diverte-te , beijos

Reticências disse...

Estou relendo o "Amanuense Belmiro" um livro meio diário, diário meio livro. O protagonista, num dos seus relatos escreve o seguinte:
"Lembremo-nos de que não se pode ser criança aos trinta e oito anos. É preciso fazer qualquer coisa. Sobretudo tomar um sorvete pois a noite está quente."
É assim mesmo. Não voltamos e nem avançamos na vida. E enquanto vamos construindo nosso presente, não custa nada procurar um balanço.

;)