domingo, 15 de fevereiro de 2009

Free

Todo dia é assim.
Às 6h50 o relógio toca pela 1ª vez. Às vezes você escuta, mas, via de regra, apenas eu tenho disposição para acionar o "soneca".
Dez minutos depois, mais uma investida do temível senhor do "acorda agora" nos chama, e aí não tem salvação. É hora de levantar, afinal, nossos empregos que TANTO amamos, nos chamam.
Você enrola um pouquinho, e eu fico passando a mão nas suas costas pra ter certeza de que você não vai pegar no sono novamente, e nem eu.
Aí você olha pra mim, faz aquela carinha de "justo agora que estava tão bom?" e me abraça, fazendo carinho na minha orelha.
Ficamos ali mais uns segundos até trocarmos beijinhos e você dizer "TE AMO", pra eu poder responder o mesmo.
Você se levanta e vai trocar de roupa. Eu enrolo mais uns segundinhos e vou ao banheiro. Enquanto você coloca o uniforme, eu visto a roupa de ginástica.
Nos esbarramos pelos cômodos da casa até que é hora de partir.
Você, para sua luta de convencer comerciantes a comprar Coca-Cola com você, e não nos supermercados. Eu, pra minha luta em eliminar o 1 quilo a mais que ganhei nas férias, para depois seguir ao "batente de todos os dias".
Nos beijamos mais uma vez, nos desejamos bom dia e nos despedimos, loucos para voltarmos logo e continuarmos juntos.
Você sai à esquerda, eu sigo reto. Pego o caminho para a praia. Serão 40 minutos de caminhada até a volta para a casa. Na rua, posso respirar a sensação de liberdade que a seguir, irei perder ao sair para trabalhar.
Sim, é assim que me sinto quando sento naquela cadeira. Aprisionada. Sabe qual é a única coisa que me consola? É saber que, quando finalmente, pelo menos por mais 10 horas, eu irei ficar livre novamente, pra te amar, pra estar com você e fazer o que eu realmente gosto. Ser livre e feliz. Afinal, essa é a regra do jogo.
Bom, isso até o temível senhor do "acorda agora" tocar novamente, e os afazeres de "gente grande" nos separarem, momentaneamente, outra vez.


11 comentários:

Somente EU mesma!!! disse...

Olá Katarine...

É verdade, o despertador toca varias vezes, e sem mesmo percebermos, acionamos o soneca, então ele volta tocar, mas mesmo assim é quase impossivel de atendê-lo...

Muitas vezes é o dever que nos chama...

Bjs

Janaína

Marcos Miorinni disse...

Oi Katarine, confesso que não li o post inteiro
( existe um ditado: Quem diz a verdade não merece castigo, ok),
e sabe porque? por causa da palavra despertador que
relacionei com minha falta de tempo que agora acabou (graças).

Por isso o "novo" blog envelheceu e se tornou quase identico ao filme:
"Curioso caso de Benjamim Button" ou seja já acabou, enfim,
os outros continuam fortes e firmes ...

abraços e boa semana
Marcos

Aline C. disse...

Katarine, adorei o texto. Tô sempre acompanhando o teu blog. Tbm sou repórter, tbm sou sagitariana e tbm sou uma mulher madura que às vezes anda de balanço..rsrsrs
Grande abraço :)

Menino-Homem disse...

Katarine
se não temos ansiedade de rencontrar o "amor" nossa vida não passa... e esta doce vontade que nos motiva a suportar milhões de coisas, por acreditar na felicidade (uma alegria no "plural")...
beijos

Xana disse...

que bom o aconchego , nem apetece levantar :)

boa semana , beijocas

Paulo Roberto! disse...

Tem pra ti, na minha página, um presentinho, indicado, "Troféu do amigo" e um desafio que espero
que aceites,

"Desafio Aleatório"

Passe por lá pra dar uma olhada,
abraços!

Chris disse...

Que doce... ai moça... seus posts são sempre lindos... putz... sensação gostosa... nem vou falar mais nada... já postei lá o meme :)
Acho que todas as minhas palavras foram para lá rsrsrs.. Ah! Já estou melhor :)
Bjuxxxxx

manzas disse...

Entrar aqui, na tamanha beleza
Numa pagina que fermenta Harmonia…
É sonhar acordado e voar na leveza
De poetizar tudo… porque tudo é poesia

Uma semana de paz e alegria…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Teresa disse...

ahhhhhhhh que cute-cuteeeeee heheheheh

=)

Xana disse...

passei para te dar um kiss:)

Kari disse...

Impossível não comentar, né?

Lindo!

Sabe, não vejo a hora de ter apenas um dia de trabalho me afastando dele...


Beijos