sexta-feira, 12 de janeiro de 2007

Quando precisar

Em momentos difíceis,
a amizade pode não ser tudo, mas é como uma bengala para quem não pode caminhar com as próprias pernas...
é como jornal que aquece as noites de frio dos desabrigados...
é como o travesseiro que empresta o ombro para ouvir o choro e secar as lágrimas...
é como o mar que molha a areia e refresca o calor em dias de sol forte...
é como a chuva que molha o cerrado e leva vida nova à terra seca e sofrida...
A amizade poderia ser descrita de várias formas, mas poderia ser definida em apenas duas palavras: quentinha como o coração e aconchegante como um abraço.
***Dedico este meu poeminha à minha amiga Chris... Tenho sido a bengala nos momentos de fraqueza, o jornal nas horas de frio, o travesseiro quando a tristeza aperta, o mar para acalmar o coração que arde, a chuva para lavar e revigorar a alma... Saiba amiga que meu coração bate sempre acolhedor, e meu abraço está aberto para todas as horas...