quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Vazio

Quero mergulhar
nas profundezas da inexistência de respostas.
Preciso de preenchimento.
Clamo por tua presença para ocupar os espaços em branco.
Não quero morrer envenenada
com o gosto amargo da tua ausência.
Gosto de estremecer
com o calor molhado dos teus beijos,
e sentir sozinha
a saudade obscura
da minha errante liberdade.
Quero viver intensamente cada desencontro,
ou saborear docemente
cada instante de solidão a tua espera.
Quero acreditar que o vazio que hoje arde em mim
será ocupado
com o frescor da sua presença amanhã.



§Texto meu, escrito para o Entrementes - Fanzini* elaborado, não editado, diagramado e escrito por alunos do Curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Espírito Santo e publicado em dezembro de 2004.
*Fanzini: publicação de um tema só em que várias pessoas, ou uma única, escrevem textos, notícias, desenhos e tudo o mais que estiver na cabeça! Pode ser feito em estencil, xerox, computador, papel jornal, gurdanapo ou sacola de pão. É só usar a criatividade e deixar a mente fundir de inspiração.

6 comentários:

Lyazinha disse...

Oi Katarine!
Gostei muito dos seus textos, eu tinha que ter uma profissão dessas pra treinar mais a escrever.
Um bjão.

Juliana disse...

uau!
parabéns, belíssimo texto!
=)

Kari disse...

Lindo esse poema!
Lindo mesmo!!!!

"Quero acreditar que o vazio que hoje arde em mim
será ocupado
com o frescor da sua presença amanhã."
Adorei esse final...

Beijão

Biaaahhh disse...

Que texto lindo...
Ameiii!!!
Amei tanto q tô sem palavras...
Ah!!!E q bom q vc fikou feliz pelo prêmio!!!
Bjux;
=]

Thayssa disse...

L.i.n.d.o.!
:)

Uma Sobrevivente disse...

Oie Kata...

Eu o achei lindo!!! Quase chorei porque me lembrei de algo...

Querida, aparece tá!!!

Bjs

Janaína